CERES

ASSOCIAÇÃO CRICIUMENSE DE APOIO A SAÚDE MENTAL

SAÚDE MENTAL

voltar

Esquizofrenia

De uma hora para outra, uma pessoa aparentemente normal passa a ter delírios, paranóias, alucinações e comportamento desordenado. São sintomas de esquizofrenia, uma complexa doença mental marcada por desinformações e estigma, cuja origem ainda desafia a ciência.

Em muitos casos, o portador da doença demonstra indícios do problema antes de ter o primeiro surto, como retraimento, timidez, pouco cuidado com a higiene e a aparência, isolamento e dificuldade para se relacionar com os outros.

A idéia de que todo esquizofrênico é violento é um dos mitos sobre a doença. Sabe-se que é mais fácil um esquizofrênico machucar a si do que outros.

Em geral, o portador da esquizofrenia é uma pessoa isolada, tem poucos amigos, apresenta um comportamento excêntrico em relação aos outros, tem um jeito mais desconfiado e é mais rígido emocionalmente.

Sintomas

Sintomas NEGATIVOS (aqueles causados pelas alterações cerebrais):
-Falta de motivação;
-Isolamento social;
-Linguagem pobre;
-Desatenção;
-Dificuldade para demonstrar sentimentos e interagir com os outros.


Sintomas POSITIVOS (se manifestam ao interagir com o ambiente):
-Percepções distorcidas da realidade;
-Alucinações;
-Delírios de perseguição ou místico-religiosos;
-Discurso e comportamento desorganizado;
-Agitação psicomotora.

Orientações

Acabar com o isolamento e com o estigma que cercam a esquizofrenia depende do apoio que o paciente recebe da família. Além de garantir que ele receba tratamento, é preciso aprender a lidar com a doença. A tarefa não é fácil, mas é possível. É importante que a família busque apoio. O portador da esquizofrenia necessita de tratamento técnico em saúde mental.

 

voltar

GALERIAS DE FOTOS