CERES

ASSOCIAÇÃO CRICIUMENSE DE APOIO A SAÚDE MENTAL

SAÚDE MENTAL

voltar

Pânico

Os ataques de pânico são sensações repentinas de intenso terror, que podem acontecer sem nenhuma razão especial. Eles podem tornar a vida extremamente difícil, tanto para você quanto para a sua família.

Uma crise de pânico dura caracteristicamente vários minutos e é uma das situações mais angustiantes que podem ocorrer a alguém. A maioria das pessoas que tem uma crise terá outra. Quando alguém tem crises repetidas ou se sente muito ansioso, com medo de ter outra crise, diz-se tem distúrbio do pânico.

O distúrbio do pânico é real, é uma condição crônica, debilitante, que se repete, e pode ter efeitos devastadores sobre o trabalho da pessoa, a família e suas interações sociais. Por causa dos seus sintomas desagradáveis, ele pode ser confundido com uma doença cardíaca ou outra doença grave.

Frequentemente as pessoas procuram um pronto-socorro quando tem a crise de pânico e podem passar desnecessariamente por extensos exames médicos para excluir outras doenças.

Sintomas

Os sintomas de uma crise de pânico aparecem subitamente. Eles podem incluir:
-Palpitação;
-Dores no peito;
-Tontura, atordoamento, náuseas;
-Desânimo;
-Dificuldade para respirar;
-Sensação de “formigamento” ou de fraqueza nas mãos;
-Calafrios ou ondas de calor, sudorese;
-Terror - sensação de que algo inimaginavelmente horrível está para acontecer;
-Medo de perder o controle e fazer algo embaraçoso;
-Medo de morrer;
-Tremores.

Orientações

Os ataques de pânico podem ser eficazmente tratados. É possível que uma boa conversa explicativa com o seu médico, a respeito das causas dos sintomas, o ajude a se livrar deles. Se isto não for suficiente, há dois tipos de tratamento disponíveis, medicamentos químicos (remédios) e psicoterapia, que podem ser usados separados ou juntos.

 

voltar

GALERIAS DE FOTOS